Foco

Novo lote de matéria-prima para vacina contra a covid-19 chega a São Paulo

Quantidade será suficiente para produzir 5 milhões de doses da CoronaVac

Mais um lote de 3 mil litros de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) chegou a São Paulo no final da tarde desta terça-feira (dia 25). A quantidade de matéria-prima será suficiente para produzir 5 milhões de doses da CoronaVac, vacina contra o coronavírus.

O governador do Estado, João Doria (PSDB), o secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, e o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, acompanharam o recebimento da carga no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Leia também:

Pesquisa revela que 1 em cada 5 pais têm filhos que abandonaram as aulas na pandemia

Metade dos paulistanos desenvolveu problemas de sono durante a pandemia, mostra pesquisa

A aeronave saiu de Pequim, na China, na segunda-feira (dia 24) e fez escala em Amsterdam, na Holanda, antes de pousar em São Paulo, em voo da companhia aérea Latam.

A matéria-prima, enviada pela biofarmacêutica Sinovac, parceira do Butantan, passará pelos processos de envase, rotulagem, embalagem e por um processo controle de qualidade para que a vacina seja entregue para o PNI (Programa Nacional de Imunizações) do Ministério da Saúde. Todo este processo dura aproximadamente de 15 a 20 dias.

Em abril foram recebidos três mil litros de IFA. Em março, uma remessa de 8,2 mil litros de insumo, correspondente a cerca de 14 milhões de doses, chegou ao instituto. Outros 11 mil litros de insumos desembarcaram no País em fevereiro. No final de 2020, o Butantan já havia recebido IFA que rendeu 3,8 milhões de vacinas.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos