logo

A Polícia Civil prendeu dois homens pelo comércio ilegal de arma de fogo. A ação ocorreu na última quinta-feira (dia 15), em um estabelecimento comercial, no Campo Limpo, na Zona Sul de São Paulo. 

Os agentes da Cerco (Central Especializada de Repressão à Crimes e Ocorrências Diversas), da 5ª Delegacia Seccional de Polícia, realizavam atividades para combater o crime organizado quando descobriram que integrantes de uma facção estariam prestes a comercializar armas de fogo para a prática de crimes diversos na Zona Leste da Capital e que a entrega do armamento iria acontecer em um bar na Zona Sul.

Leia também:

Mais de 40 pessoas recebem por engano vacina contra Covid-19 no interior de São Paulo

Serasa tem mais de 70 vagas abertas

Os policiais foram até o local e, após monitoramento, prenderam dois homens dentro do estabelecimento, com uma sacola. Dentro dela foram encontrados um fuzil 556 e duas pistolas, calibres 9mm e .40, além de munições calibres 32 e 22. Todo o armamento foi apreendido para perícia.

Questionados, os suspeitos confessaram que as armas seriam vendidas. Além disso, foi constatado que um dos homens é o líder de uma organização criminosa, responsável por ordenar atentados contra a polícia.