logo
/ Governo de São Paulo/Divulgação / Governo de São Paulo/Divulgação
Foco 07/04/2021

Bolsa do Povo deve pagar até R$ 500 para pessoas em situação de vulnerabilidade social

Governador João Doria anunciou a criação do novo programa, que deve unificar todos os outros

Por : Metro World News

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira o investimento de R$ 1 bilhão para unificar e ampliar todos os programas sociais mantidos pelo estado de São Paulo no novo programa denominado Bolsa do Povo.

O programa pretende distribuir, de acordo com o governador, até R$ 500 por pessoa para cerca de 500 mil moradores em situação de vulnerabilidade social, por meio de um cartão físico ou digital que será usado para o saque.

LEIA TAMBÉM:

Covid-19: pessoas com 67 anos serão vacinadas a partir do dia 14

São Paulo faz parceria com o WhatsApp para pré-cadastro de vacinação

O novo programa pretende contratar 20 mil pais e mães e alunos para trabalharem na rede pública de ensino, em jornadas de 4 horas diárias.

Doria classificou a ação de ‘maior programa social da história de São Paulo’. “Ao lado do enfrentamento da pandemia, da preservação da vida e da obediência à ciência, nós estamos acompanhando também um crescimento acelerado da pobreza, da miséria e da vulnerabilidade em São Paulo e no Brasil”, disse Doria.

O governador disse que pretende entregar ainda nesta quarta-feira na Assembleia Legislativa de São Paulo um projeto de lei para conseguir o crédito suplementar necessário para alavancar o programa.

O novo programa vai unificar o Bolsa Trabalho (Emprego), Ação Jovem (Educação),  Bolsa Auxílio Via Rápida (Qualificação profissional), Bolsa Talento Esportivo (Incentivo), Bolsa Aluguel Social (Habitação), contratação e agentes de apoio (Saúde) e Bolsa Renda cidadã (Assistência Social).