logo

O governo do estado quer que as pessoas que forem vacinadas contra o novo coronavírus ajudem a levar comida para as famílias que sofrem com um outro efeito da pandemia: a fome.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Lançada ontem, a campanha “Vacina contra a Fome” está pedindo a todos que forem se vacinar que levem um quilo de alimento não perecível como doação. Os alimentos poderão ser entregues diretamente nos postos de vacinação. A participação é voluntária.

A orientação é para que sejam levados arroz, feijão, macarrão, óleo vegetal ou leite em pó, mas você pode ajudar levando qualquer produto da cesta básica. Os alimentos serão distribuídos para famílias carentes.

Até aqui, quase 400 dos 645 municípios do estado já aderiram. “Em um momento tão crítico da pandemia, queremos incentivar a sociedade a contribuir”, disse a secretária de Desenvolvimento Social de São Paulo, Célia Parnes.