Foco

Ovos de Páscoa: pesquisa do Procon mostra diferença de 50% nos preços

Uma pesquisa realizada pelo Núcleo de Inteligência e Pesquisas do Procon-SP, que comparou os preços de ovos de páscoa, tabletes de chocolate e caixas de bombons em várias redes de supermercado, descobriu uma variação de preço de até 50,48%.

A maior diferença foi do Ferrero Rocher de 225 gramas, vendido a R4 89,99 em um estabelecimento e R$ 59,80 em outro, uma diferença de valor absoluto de R$ 30,19.

Nos tabletes de chocolate e caixas de bombons a variação nos preços é mais assustadora ainda. O tablete de chocolate Alpino de 90 gramas da Nestlé era comercializado a R$ 9,69 em um estabelecimento e a R$ 4,99 em outro, uma diferença de 94,19% (R$ 4,70 em valor absoluto)

As caixas de bombom da Ferrero Rocher estavam sendo comercializadas  a R$ 47,50 em uma loja e a R$ 27,17 em outra (diferença de 81,51%).

LEIA TAMBÉM:

  1. Mulher atrasou o almoço e marido quebrou tudo, diz polícia
  2. Idosos de 69, 70 e 71 anos podem se vacinar contra covid-19 na sexta-feira

Na comparação com 2020, os preços dos ovos de páscoa caíram 2,05%, mas tabletes de chocolate e bombons subiram 7,38% e 8,95%, respectivamente.

O diretor executivo do Procon-SP, Fernando Capez, orienta os consumidores a fazer a comparação de preços em vários estabelecimentos levando em conta o prazo de validade, a composição e o peso líquido do produto.

“Como estamos no momento de pandemia, o levantamento deve ser feito em lojas virtuais, considerando a relação qualidade, peso e preço do item a ser adquirido. Nas lojas virtuais, é fundamental também levar em conta o preço do frete”, alerta Capez.

A pesquisa foi feita nos sites de nove redes varejistas de São Paulo entre os dias 24, 25 e 26 de fevereiro e envolveu 96 itens. Clique aqui para conferir a pesquisa completa.

 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos