logo

A Prefeitura de São Paulo irá criar 555 novos leitos, tanto de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e como enfermaria, para pacientes com Covid-19 na Capital. O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) durante coletiva de imprensa on-line nesta sexta-feira (dia 12).

A previsão é que já na próxima segunda-feira (dia 15) 130 novos leitos de UTI sejam implementados, sendo 100 no Hospital do M’ Boi Mirim, 20 no Guarapiranga (ambos na Zona Sul) e 10 no São Luiz Gonzaga (na Zona Norte).

Leia também: 

Outros 185 leitos de enfermaria também devem ser criados na próxima semana, sendo 105 leitos no Hospital da Cantareira, na Zona Norte, (já na segunda-feira). No decorrer da semana serão criados outros 60 leitos no Hospital da Capela do Socorro (Zona Sul) e 20 no Sorocabana (Zona Oeste).

A rede de Saúde municipal também será ampliada com a criação de 240 novos leitos nos Hospitais Dia. Serão contempladas três unidades na Zona Leste (Itaim Paulista, São Mateus e São Miguel Paulista – Tito Lopes), duas na Zona Norte (Brasilândia/Freguesia do Ó e Vila Guilherme), duas na Zona Oeste (Butantã e Lapa), quatro na região Sudeste (Ipiranga – Doutor Flávio Giannotti, Mooca, Penha e Vila Prudente) e cinco na Zona Sul (Campo Limpo, Capela do Socorro, Cidade Ademar, M’Boi Mirim I e M’ Boi Mirim II).

LEITOS PRIVADOS

A Prefeitura de São Paulo publicou no Diário Oficial da Cidade a contratualização de leitos privados de enfermaria não Covid na rede privada para transferência de pacientes da rede pública para esses locais, liberando espaço nos hospitais municipais para abertura de leitos Covid.