logo

Os casos de homicídio doloso (quando há a intenção de matar) e estupro apresentaram aumento no Estado de São Paulo em janeiro em comparação ao mesmo mês de 2020, informou na tarde desta quinta-feira (dia 25) a SSP (Secretaria de Segurança Pública). Em contrapartida, latrocínios (roubos seguido de mortes), roubos e furtos tiveram queda no período.

A quantidade de homicídios dolosos teve um crescimento de 8,4%, com 22 boletins a mais. O número de vítimas desse crime, por sua vez, teve alta de 6,9%, com o acréscimo de 19 registros em janeiro deste ano.
Quanto às ocorrências de estupro, o aumento foi de 2,7%, passando de 1.066 em janeiro de 2021 para 1.095 no primeiro mês de 2020.

Leia também: 

Os roubos seguidos de morte, tanto a quantidade de casos como de vítimas, passaram de 18 para 16. A quantidade de ocorrências é a segunda menor da série histórica, ao lado de 2007.

Todas as modalidades de furtos caíram no mês passado. Os furtos em geral recuaram 20,2%, passando de 43.791 para 34.960. Os furtos de veículos diminuíram 22,6%, com o registro de 5.749 boletins no primeiro mês de 2021, ante 7.427 em igual mês do ano anterior. Os dois indicadores tiveram as menores quantidades da série histórica.

Nos roubos em geral a redução foi de 19,8%, passando de 23.997 para 19.240, e nos roubos de veículos a queda foi de 24,1%, passando de 3.662 para 2.779. Este último indicador também apresentou o menor número da série histórica. Com diferença de 25 ocorrências, os roubos de cargas passaram de 595 para 570 – recuo de 4,2%.

Pela terceira vez consecutiva, o indicador de extorsão mediante sequestro ficou zerado. Houve, entretanto, um roubo a banco a mais no primeiro mês deste ano se comparado a 2020, quando não foram contabilizados boletins desta natureza.