SP prevê alívio da fase vermelha da quarentena

Governo deve suspender a ordem para o fechamento do comércio à noite e nos fins de semana no estado. Pandemia recuou nas duas últimas semanas, mas números seguem altos

Por Metro

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse ontem que deve suspender as restrições que colocam o estado na fase 1-vermelha da quarentena todas as noites e no sábado e domingo,  impedindo o funcionamento dos serviços não essenciais.

Com duas semanas consecutivas de retração no número de internações e, caso esse cenário se mantenha em queda, na próxima quarta-feira [amanhã], vamos anunciar medidas de suspensão das restrições impostas pelo Plano São Paulo relativas aos horários de funcionamento do comércio, shoppings, bares e restaurantes, inclusive aos fins de semana”, afirmou.

O aperto na quarentena começou a valer no último dia 25, depois de uma alta nos números de casos, mortes e internação pela covid-19. A flexibilização deve ocorrer agora em função da melhora de parte dos mesmos indicadores.

A comparação entre as duas últimas semanas epidemiológicas mostra queda de 8% nas internações, uma estabilidade no índice de mortes e aumento de 5% nos casos.

Apesar da melhora ser discreta, Doria defendeu que o relaxamento é possível porque a quarentena paulista permite “endurecer ou flexibilizar de acordo com as circunstâncias da saúde”, e que a tendência “é positiva”.

Ainda assim, os indicadores seguem altos. Em janeiro, São Paulo confirmou um caso de covid-19 a cada 9 segundos – mais do que no pico de agosto, com média de um a cada 11 segundos.

Só neste primeiro mês do ano, foram 310,7 mil casos e 6,3 mil mortes provocadas pelo novo coronavírus.

O anúncio da flexibilização também ocorre após proprietários e funcionários de bares e restaurantes irem às ruas da capital e de outras partes do estado na semana passada para protestar contra as restrições.

Mais vacinas

O Instituto Butantan receberá amanhã 5,4 mil litros da matéria-prima da CoronaVac, o suficiente para produzir 8,6 milhões de doses. No dia 10, chegarão outros 5,6 mil litros, que renderão mais 8,7 milhões de doses.  

Loading...
Revisa el siguiente artículo