logo
/ Reprodução / Strambotic / Reprodução / Strambotic
Foco 02/12/2020

Após briga com esposa, homem sai para caminhar e esfriar a cabeça e termina a 420 km de casa

Às vezes, em uma briga, o melhor a se fazer é sair para dar uma caminhada e aquietar um pouco a mente.

Foi o que fez um italiano durante uma discussão intensa com a esposa na cidade de Como, no norte da Itália. Entretanto, o homem de 48 anos terminou no outro extremo do país, a 420 quilômetros de casa, após sete dias de caminhada.

Segundo o Strambotic, ele foi interceptado por uma patrulha policial perto da cidade de Pésaro, situada em frente ao Mar Adriático, por estar violando o toque de recolher, que proíbe sair de casa depois da meia-noite.

VEJA MAIS:
◦ Fotos: tartaruga ‘voadora’ fica enterrada no para-brisa de carro
◦ Ranking: as piores senhas do mundo, em 2020
◦ Apple é multada em 63 milhões de reais por propaganda enganosa sobre o iPhone

Ao explicar a sua situação, os oficiais verificaram que, de fato, sua esposa havia denunciado seu desaparecimento há uma semana, na noite da briga. Nesses sete dias, ele havia caminhado o equivalente a dois terços do Caminho de Santiago de Compostela.

“Durante esses dias, comi e bebi o que as pessoas me ofereceram ao longo do caminho. Estou bem, só um pouco cansado.” – Declarou o andarilho.

Para lhe dar um descanso, foi oferecido um quarto em um hotel ao homem. Sua mulher foi avisada e foi (de carro) até o local buscar o marido. Ele teve que pagar a conta do hotel e a multa de 400 euros por não ter respeitado o toque de recolher imposto pela epidemia da Covid-19. Final feliz?