logo
No Twitter, Pompeo comemorou visitar onde nasceu Jesus | / Reprodução/redes sociais
Foco 20/11/2020

Mike Pompeo faz visita inédita à Cisjordânia

Em missão diplomática no Oriente Médio, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, esteve ontem em um acampamento israelense na Cisjordânia, tornando-se o primeiro homem no cargo a visitar uma ocupação contestada por Israel na região.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

A soberania da Cisjordânia é um dos principais pontos de atrito entre israelenses e palestinos. Parte do território foi ocupado por Israel durante a guerra de 1967 – mesmo conflito em que o Estado hebreu conquistou Jerusalém Oriental – e abriga hoje cerca de 500 mil cidadãos israelenses. O domínio judeu é contestado pelos palestinos, que o consideram uma violação do direito internacional – posição que é endossada por grande parte da comunidade internacional.

Durante o governo Donald Trump, os EUA abandonaram esse posicionamento, reconhecendo ambos os territórios como parte de Israel. O gesto mais emblemático foi a mudança da embaixada americana para Jerusalém.

“Por muito tempo, o Departamento de Estado teve uma visão errada dos assentamentos”, disse Pompeo. E completou: “mas agora reconhece que os assentamentos podem ser feitos de uma forma que seja legal.”