logo
/ Danilo Verpa e Eduardo Knapp/Folhapress
Foco 19/11/2020

Covas larga com 47% e Boulos soma 35%

Prefeitura de São Paulo. Primeira pesquisa Ibope com as intenções de voto para o segundo turno na capital mostra vantagem de 12 pontos percentuais do tucano sobre o psolista. Indecisos, nulos e brancos são 18%

Candidato à reeleição, o prefeito Bruno Covas (PSDB) largou na frente na disputa final pela Prefeitura de São Paulo com 47% das intenções de voto contra 38% do adversário Guilherme Boulos (PSOL).

Os números são da primeira pesquisa do Ibope sobre o segundo turno da eleição, que foi divulgada na quarta-feira (18), faltando apenas 11 dias para a votação. O levantamento também mostrou que 4% dos eleitores estão indecisos e 14% declararam voto em branco ou nulo.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Se levarmos em conta apenas os votos válidos – excluindo brancos, nulos e os indecisos –, o placar fica em 58% contra 42%.

No primeiro turno, Covas alcançou o primeiro lugar com 32,85% dos votos válidos, o equivalente a 1,754 milhão de eleitores.

Já Boulos obteve 20,24%, o que representa 1,080 milhão de votos. O candidato do PSOL passou para o segundo turno após assumir a liderança da esquerda nestas eleições e está ocupando o lugar que historicamente sempre coube ao PT na polarização com o PSDB na capital.

Destaques

Segundo o Ibope, Covas lidera em todas as faixas de renda enquanto Boulos tem desempenho similar tanto entre os mais pobres (com 35% da preferência) como entre os mais ricos (com 33%).

A segmentação por idade também mostra que Covas está na frente em todas as faixas etárias e que Boulos se sai melhor entre os mais jovens, com idades entre 16 e 24 anos, onde obteve 37% da preferência.

O Ibope também perguntou se os eleitores estão convictos do voto e oito em cada dez disseram que a escolha é, sim, definitiva. Sobre a expectativa de vitória (independentemente da opção do entrevistado), seis em cada dez acreditam que Covas será o próximo prefeito.