logo
/ Adriano Ishibashi/FramePhoto/Folhapress / Adriano Ishibashi/FramePhoto/Folhapress
Foco 30/10/2020

Pix começa na terça-feira para 5% dos consumidores; tire suas dúvidas

O Pix faz sua estreia na terça-feira para uma pequena parcela dos clientes de instituições cadastradas. O Banco Central informou ontem que os primeiros a testar a ferramenta foram escolhidos pelos bancos e fintechs. Nesta etapa, o sistema de transferências estará disponível para entre 1% e 5% dos clientes.

O BC determinou diretrizes para a escolha desses consumidores, que devem obedecer proporcionalmente os vários perfis dentro da carteira de cada instituição. Se 50% são de São Paulo, por exemplo, eles devem ser 50% também da primeira leva apta para usar o Pix. O objetivo é testar o sistema em várias regiões e faixas etárias, incluindo também as pessoas jurídicas. Apesar de liberado para ser feito por apenas 5%, qualquer um pode receber o Pix, explica o chefe adjunto no Departamento de Competição e Estrutura do Mercado Financeiro do BC,  Carlos Eduardo Brant. “Nesse primeiro dia, a grande maioria dos consumidores vai estar de fora do sistema. Mas apesar de apenas 1% a 5% poderem fazer um Pix, todos os clientes estão aptos a receber.”

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

O horário de funcionamento terá restrições nesta fase, disponível de forma geral das 9h às 22h (veja o esquema ao lado). Mas a proposta é que ele funcione 24 horas ininterruptas a partir do dia 16, quando todos terão acesso.

As instituições financeiras poderão incluir gradualmente novos clientes no sistema a partir do dia 9. Os bancos terão de informar o funcionamento restrito, tanto para os 5% selecionados como para o restante dos clientes. Entre os bancos consultados pelo Metro World News, apenas o Banco do Brasil informou que fará a comunicação por e-mail.

A nova forma de pagamento instantâneo promete revolucionar o sistema financeiro no Brasil por ganhar em agilidade – o valor é depositado na mesma hora – e ter custo zero para as transações entre pessoas físicas. O Pix pode aposentar meios tradicionais como boletos, Doc e Ted e até o uso de cédulas, preveem especialistas. O consumidor pode cadastrar suas chaves, como telefone, CPF e e-mail, para usar no sistema desde 5 de outubro.

CALENDÁRIO

De 3 a 8
Entre 1% e 5% dos cliente terão o Pix

De 9 a 15
Abertura gradual para mais cadastrados

Dia 16
Serviço chega para todos

Aposentadoria   prematura das notas “grandes”

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ontem que o lobo-guará deve ter a carreira encurtada com a chegada do Pix.  “No futuro, vai acabar o lobo-guará, a nota de R$ 200, a nota de R$ 100. Isso vai diminuir brutalmente”. A cédula completa dois meses em circulação no próximo dia 2.

TIRE SUAS DÚVIDAS SOBRE O PIX

Como sei se fui selecionando para participar desta etapa inicial?

A comunicação deverá ser feita diretamente pela instituição financeira participante, seja seu banco ou fintech.

Como me assegurar que o QR Code não é uma fraude?

O Banco Central afirma que, antes de confirmar o pagamento, a pessoa receberá todas as informações sobre a transação, incluindo o destinatário. Confira se os dados estão corretos antes de finalizar o processo. Outra dica é desconfiar de e-mails e outros links suspeitos. Procure diretamente a instituição financeira e utilize sempre o app oficial de seu banco.

Quais os outros sistemas de segurança?

As entidades financeiras poderão estipular limites de transação baseados em seu perfil de conta. O BC disse ontem que as instituições terão ainda 30 minutos para averiguar características suspeitas das transferências para evitar a ações fraudulentas.


Preciso ter chave cadastrada para pagar com Pix?

Não, ela é somente utilizada para facilitar o recebimento. Assim, para pagar com Pix, não é necessário ter a chave.

Sou obrigado a cadastrar uma chave para usar o sistema?

Não, mas chave é altamente recomendável para receber um Pix. Ainda que você possa receber transações apenas informando os dados da sua conta, essa forma não tem a mesma praticidade que o uso da chave possibilita e pode gerar demora na transação.