logo
Senador é investigado em operação que apura desvio de recursos públicos para o combate ao novo coronavírus | / DivulgaçãoSenador é investigado em operação que apura desvio de recursos públicos para o combate ao novo coronavírus |  / Divulgação
Foco 22/10/2020

Senador diz que guardou dinheiro na cueca em ‘ato de impulso’

Em vídeo enviado para colegas do Congresso, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) deu sua explicação para o flagrante da PF (Polícia Federal), que o surpreendeu com R$ 33,1 mil escondidos na cueca na semana passada.

“Por que guardei o dinheiro? Nunca tinha sido abordado pela polícia. Acordei em meio a pessoas estranhas em meu quarto. Em um ato de impulso, protegi o dinheiro do pagamento das pessoas que trabalham comigo. Se levassem esse dinheiro, ninguém iria receber nessa semana.”

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

O senador disse que se sentiu humilhado e negou qualquer irregularidade. A PF suspeita que Rodrigues desviou recursos públicos que deveriam ser usados contra a covid-19.

“Não era dinheiro de corrupção. Só consegui falar agora, porque estava sem forças e ainda estou. Ainda estou sem muitas forças. Fui massacrado pelo meu silêncio”, disse Rodrigues, que pediu afastamento do cargo por 90 dias.