logo
João Doria (PSDB) durante coletiva / Governo do Estado de SP
Foco 21/10/2020

Justiça bloqueia R$ 29 milhões em ação de improbidade das contas de Doria

A Vara de Fazenda Pública da Justiça de São Paulo determinou o bloqueio de R$ 29,4 milhões das contas do governador João Doria (PSDB) dentro do processo por suposta improbidade administrativa quando o tucano era prefeito da capital.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

A ação do Ministério Público, aberta em 2018, acusa Doria de ter feito autopromoção com as propagandas do programa de recapeamento “Asfalto Novo”, o que teria provocado prejuízo de R$ 29,4 milhões aos cofres públicos – mesmo valor do bloqueio, que é para garantir o ressarcimento ao erário em caso de condenação.

Em seu despacho, o juiz Randolfo Ferraz de Campos disse ter visto indícios de que Doria violou os princípios da impessoalidade e da moralidade administrativa.

O governador afirmou ontem que é “curioso” que uma ação que não tramitava desde julho do ano passado seja retomada às vésperas da eleição municipal.

João Doria disse que vai recorrer. “Não houve benefício pessoal algum, mas sim o benefício para milhões de pessoas. Entre ficarmos de braços cruzados e tapar buracos da cidade, decidimos agir e cumprir nosso dever.”