São Paulo tem nesta terça o primeiro dia útil na fase verde da flexibilização

Pandemia. Capital tem hoje o seu 1º dia útil na etapa da quarentena que libera o setor cultural e amplia operação do comércio e de serviços

Por Metro World News

Depois de quase sete meses de pandemia, a cidade de São Paulo terá nesta terça-feira (13) o seu primeiro dia útil dentro da fase 4-verde da quarentena, etapa mais branda e que amplia o funcionamento do comércio e libera a reabertura do setor cultural.

A Grande São Paulo e outras cinco regiões avançaram na sexta-feira para esta etapa, que é a penúltima do Plano São Paulo e antecede a fase 5-azul, que autoriza o funcionamento de todas as atividades, mas dentro dos limites do “novo normal”.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Sebrae Outubro

Na fase 4-verde, comércios de rua, academias, shoppings, bares e restaurantes, que antes podiam abrir por até 8 horas, agora podem funcionar com atendimento presencial por até 12 horas – no intervalo entre 6h e 22h. Os estabelecimentos noturnos devem fechar as portas também às 22h, mas podem permitir a permanência dos clientes que já estão no local até 23h. A capacidade máxima de público, que era de até 40%, subiu para 60%

O setor cultural também está de volta. Os cinemas reestrearam no sábado, com espaçamento de espectadores entre as poltronas e uso obrigatório de máscara dentro das salas. Já alguns dos museus mais importantes, como o Masp, reabrem a partir de hoje.

A expectativa agora na capital é pela autorização para o funcionamento dos parques também nos fins de semana e feriados, o que deve ocorrer dentro das próximas duas semanas.

Mas nem tudo está liberado na fase 4-verde: eventos que geram aglomeração, como festas, baladas e grandes shows, e a presença de torcida nos estádios seguem proibidos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo