Itália quer estender regras da quarentena até o fim de janeiro

Por Metro World News

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, contou na quinta-feira (1º) a jornalistas que irá sugerir que o Parlamento italiano prorrogue o estado de emergência em virtude da covid-19 para até, pelo menos, o final de janeiro.

A Itália, que foi o primeiro país europeu a enfrentar o coronavírus, busca alternativas para frear uma segunda onda de contágio, como tem acontecido com a Espanha, na Península Ibérica.

Os números da pandemia voltaram a crescer no país há dois meses, em meio à reabertura econômia para o verão, mas os casos diários reportados de pacientes nunca ultrapassaram a marca de 2 mil por dia. No auge de pandemia, este número estava em torno de  2.500 casos diários. Em abril, a Itália registrava cerca de 108 mil pacientes ativos com a doença.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Vale Outubro

Apesar de tratar-se ainda de um pedido ao Parlamento do país, a mídia italiana considera que a medida será acatada, já que o governo possui a maioria das cadeiras no legislativo.

A proposta foi anunciada por Giuseppe durante visita a Caserta, no sul da Itália, como reportou a agência de noticias internacionais, Reuters.

Até ontem a tarde, a Itália registrava 317 mil casos totais para a covid-19 e 35 mil mortes, sendo 24 vítimas nas últimas 24 horas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo