Foco

Paulo Guedes é condenado por comparar funcionários públicos a parasitas

Ministro da Economia deverá pagar multa de R$ 50 mil; caso cabe recurso

O ministro da Economia, Paulo Guedes, foi condenado a pagar R$ 50 mil ao Sindicato dos Policiais Federais da Bahia por comparar os funcionários públicos a parasitas. A decisão foi tomada pela 4ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária da Bahia e ainda cabe recurso.

Guedes fez a comparação em fevereiro deste ano, quando fala sobre as reformas administrativas desejadas pelo Governo Federal. Na ocasião, ele afirmou que «o funcionalismo teve aumento de 50% acima da inflação, tem estabilidade de emprego, tem aposentadoria generosa, tem tudo. O hospedeiro tá morrendo, o cara virou um parasita, o dinheiro não chega no povo e ele quer aumento automático. Não dá mais, a população não quer isso».

Segundo o Sindicato, a indenização paga pelo ministro será doada ao Hospital Santo Antônio, das Obras Sociais Irmã Dulce, e ao Hospital Aristidez Maltez, que fazem parte do esforço de combate à pandemia do coronavírus em Salvador. A AGU (Advocacia-Geral da União) não respondeu se vai ou não recorrer.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Veja também:
Governo quer lançar novo programa social, pagando até R$ 250 ao mês
Anvisa autoriza mais mil voluntários para teste de vacina da Pfizer

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos