Trump ameaça retaliar se Brasil não reduzir tarifas de importação do etanol

Por Metro World News com Estadão Conteúdo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, expressou insatisfação com as tarifas postas pelo Brasil sobre o etanol importado dos norte-americanos. Durante pronunciamento desta segunda-feira (10), o republicano ameaçou colocar taxas sobre produtos brasileiros caso o governo de Jair Bolsonaro não reduza as tarifas.

Em 2020, foram importados 810,92 milhões litros de etanol do país para o Brasil. Atualmente, não são taxadas importações de até 750 milhões de litros de etanol vindos dos EUA; caso a quantidade passe deste limite, a tarifa é de 20%. A cota já foi flexibilizada anteriormente, mas o governo estadunidense deseja sua extinção.

Leia mais:
Osasco consegue liminar para seguir na fase amarela do Plano São Paulo
Volta às aulas nos EUA tem quase 100 mil infectados

"No que diz respeito ao Brasil, se eles impõem tarifas, nós temos de ter uma equalização de tarifas", disse Trump. "Vamos apresentar algo sobre tarifas e justiça, porque muitos países têm nos cobrado tarifas e nós não cobramos deles. É chamado reciprocidade. Você pode esperar algo sobre isso muito em breve".

Repórter da emissora GloboNews perguntou ao presidente se a embaixada dos EUA no Brasil havia sido acionada para articular a redução de tarifas. Trumo respondeu apenas que "provavelmente em algum momento" o fará, mas ainda "não discutiu muito" a questão.

O norte-americano também falou de Jair Bolsonaro, seu aliado político, mas garantiu que seus laços com o brasileiro não impedirão possíveis sanções. "Não queremos as pessoas impondo tarifa a nós, embora eu tenha uma relação muito boa com o presidente Bolsonaro. Ele está indo bem, ele se recuperou da covid-19, o que é ótimo, eu envio minhas saudações ".

Loading...
Revisa el siguiente artículo