logo
/ Reprodução/Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo
Foco 08/07/2020

Tratamento da Unifesp elimina HIV de paciente

Pesquisadores da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) realizaram estudo em escala global com pessoas infectadas pelo HIV e conseguiram eliminar o vírus do organismo de um paciente brasileiro de 34 anos que teve o diagnóstico em 2012. A pesquisa foi apresentada ontem em conferência internacional.

Os resultados representam mais um avanço nas pesquisas que podem levar à descoberta da cura da Aids. Este é apenas o terceiro caso relatado no mundo de eliminação do HIV.

Coordenada pelo infectologista Ricardo Sobhie Diaz, diretor do Laboratório de Retrovirologia do Departamento de Medicina da instituição, a pesquisa da Unifesp contou inicialmente com 30 voluntários que apresentavam carga viral do HIV e faziam tratamento padrão com coquetéis antirretrovirais. Eles foram divididos em seis grupos, e cada um recebeu uma combinação de medicamentos, além do tratamento padrão.

O grupo que apresentou melhor resultado recebeu dois antirretrovirais a mais que os outros, além de outros medicamentos.

O tratamento foi realizado durante um ano, e depois de 14 meses o vírus continua sem ser detectado no organismo do voluntário. Outros quatro pacientes do grupo que recebeu a mesma medicação não tiveram o vírus eliminado do organismo.