Coronavírus

Suécia, que evitou isolamento, tem mês com mais mortes nos últimos 30 anos

A Suécia teve o mês com o maior número de mortes nas últimas três décadas. O dado se refere a abril, período no qual 10.458 suecos perderam a vida. A informação veio por dados oficiais divulgados pelo governo sueco nesta segunda-feira (18).

O número foi superado apenas por dezembro de 1993. Das mais de 10 mil mortes, 3.698 são casos confirmados de covid-19.

O país tem evitado impor medidas mais restritivas de isolamento social, mantendo uma vida quase normal em meio à pandemia. No entanto, tem índices relativos muito mais altos que a dos países próximos, com 296 contágios e 36 mortes para cada 100 mil habitantes.

Suecos também deixaram escolas abertas para crianças menores de 16 anos, bem como cafés, bares, restaurantes e empresas.

O governo, no entanto, pediu para as pessoas respeitarem as diretrizes sobre distanciamento social. Até o momento, há 30.377 pacientes contaminados e 3.698 óbitos.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos