PDT entra com mandado de segurança para impedir posse de Ramagem na PF

Por Metro World News com Bandeirantes

O PDT entrou com um mandado de segurança no STF (Supremo Tribunal Federal) nesta terça-feira (28) contra a posse de Alexandre Ramagem na direção-geral da Polícia Federal.

Entre outros pontos, o partido alega ligação do delegado com a família do presidente Jair Bolsonaro. Ramagem já apareceu em fotografias em uma festa de ano novo ao lado dos filhos do presidente. O PDT diz que a indicação de Ramagem representa abuso de poder com o objetivo de controlar as ações da corporação.

A sigla cita ainda declarações do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, de que Bolsonaro teria tentado interferir politicamente na Polícia Federal. O texto também relaciona o pedido de inquérito feito pela PGR (Procuradoria-Geral da República) ao STF para investigar as citações feitas por Moro durante pronunciamento do pedido de demissão.

Veja também:
Datafolha: 56% acham que Bolsonaro queria intervir na Polícia Federal
STF autoriza inquérito para investigar acusações de Moro contra Bolsonaro

A nomeação de Alexandre Ramagem como diretor da PF foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União. Ele entra no lugar de Maurício Valeixo.

Loading...
Revisa el siguiente artículo