Bolsonaristas pedem indicação do presidente ao Nobel da Paz

Por Estadão Conteúdo

Uma campanha pela indicação do presidente Jair Bolsonaro ao prêmio Nobel da Paz tornou-se no começo da tarde desta quinta-feira, 9, o assunto mais relevante do Twitter brasileiro. A #JairNobeldaPaz acumulava até as 12h30 mais de 40 mil menções, dividindo usuários entre os que defendem que o entusiasmo do presidente com a medicação hidroxicloroquina é digno de um Nobel e os que ironizam a campanha promovida pelos bolsonaristas.

LEIA MAIS:
Auxílio de R$ 2 bi para Santas Casas vai à sanção presidencial
Receita regulariza CPF com pendências para pagamento de auxílio

Entre os defensores do presidente, provocações do tipo "a esquerda está surtada" aparecem ao lado de piadas que reforçam a ligação entre o presidente Bolsonaro e a administração da cloroquina aos doentes da covid-19. A frase "sou a favor de mudar o nome do medicamento para bolsofato de hidroxicloromito" tem sido tuitada muitas vezes.

Jejum
Os bolsonaristas compartilham da crença do presidente de que a cloroquina pode ser parte da solução do problema gerado pelo coronavírus. Para um dos usuários, "Deus se agradou do nosso jejum, e haverá prosperidade no Brasil e nós iremos liderar o mundo através do nosso presidente Jair Bolsonaro", em referência ao dia de jejum e oração que aconteceu no último domingo, 5, incentivado pelo presidente.

Os críticos se referiram à campanha com sarcasmo. "Não tem como levar a sério uma rede social em que o trend é "JairNobeldaPaz", escreveu um usuário. Outra usuária chamou a campanha de "piada do ano". "Só se for o Nobel da Paz do mundo invertido", tuitou.

Loading...
Revisa el siguiente artículo