Roberto Kalil admite ter usado hidroxicloroquina para tratar a covid-19

Em entrevista a Datena, na Rádio Bandeirantes, o cardiologista disse ter usado um conjunto de medicamentos para se livrar do coronavírus

Por Rádio Bandeirantes

Um dos maiores cardiologistas do país, Roberto Kalil Filho admite que tomou hidroxicloroquina para se tratar da covid-19. O diretor-geral do Centro de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês ainda sente os efeitos da doença, como a tosse, mas está recuperado e vai deixar o hospital nesta quarta, 8.

Veja também:
Após prêmio menores, Mega-Sena volta com força total nesta quarta-feira
Governo destinará R$ 900 mi para bancar conta de luz de famílias de baixa renda

Entrevistado por José Luiz Datena na Rádio Bandeirantes, ele atribuiu a melhora a um “conjunto de medicações”, e não apenas à hidroxicloroquina isoladamente. A cloroquina e o derivado hidroxicloroquina são apontados como possíveis soluções, embora ainda faltem estudos que comprovem a eficácia contra o coronavírus.

Mesmo assim, Roberto Kalil Filho afirma que, dependendo do caso, as substâncias devem, sim, ser usadas, e sem muita discussão. O médico disse ainda na entrevista que os dias em que esteve doente foram os piores da vida dele.

Confira a entrevista:

Loading...
Revisa el siguiente artículo