Plasma para tratar covid-19 será usado na próxima semana, diz diretor do Sírio-Libanês

Por Band.com.br

Ainda não é possível saber a eficácia do uso do plasma de pacientes que já se recuperaram da covid-19 no tratamento de pessoas infectadas. A avaliação é do Silvano Wendel, diretor do Banco de Saúde do Hospital Sírio-Libanês, entrevistado na Rádio Bandeirantes.

Wendel afirma que o Hospital Albert Einstein e o próprio Sírio-Libanês, em parceria com a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, vão começar a utilizar o plasma sanguíneo na próxima semana.

O especialista reiterou que se trata de um estudo experimental, que tem como objetivo diminuir os efeitos graves da doença e descongestionar os sistemas de saúde.

Justamente por ser a fase inicial, os testes estão sendo feitos com muita cautela e os pacientes têm sido “bem selecionados”.

Existem três requisitos para os doadores: teve Covid-19 há mais de 15 dias e há menos de 45 dias, não apresentou mais sintomas e não possuem o material genético do vírus em seu organismo.

Loading...
Revisa el siguiente artículo