Estudo de genoma da Fiocruz mostra nove mutações do covid-19

Por Metro World News

Pesquisadores do Instituto Leônidas e Maria Deane, da Fiocruz Amazônia, concluíram o primeiro sequenciamento do genoma completo do SARS-Cov-2 na região Norte e as análises mostram nove mutações do vírus em relação ao original, de Wuhan, na China.

Segundo o pesquisador Felipe Naveca, o sequenciamento das amostras do Amazonas podem ser comparadas com outras para identificar se existe um marcador de piora ou melhora no quadro da infecção e contribuir para o desenvolvimento de uma vacina ou medicamento.

"Queremos entender se existe relação dessas variações no genoma viral no desfecho da infecção”, explica o pesquisador, ao acrescentar que os estudos continuam para sequenciar outras amostras.

De acordo com Naeca, o sequenciamento deixa claro que o vírus ainda deve continuar evoluindo.

 

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo