Papa Francisco: 'mulheres são sacrificadas pela pornografia'

Por Ansa

O papa Francisco celebrou nesta quarta-feira (1º) sua primeira missa no ano, dedicada à Virgem Maria e à 53ª Jornada Mundial da Paz, evento que abre o calendário anual da Igreja Católica.

LEIA MAIS:
Papa pede desculpas por dar tapa na mão de peregrina; veja vídeo

Em sua homilia, realizada na Basílica de São Pedro, o Pontífice exaltou o papel da mulher no mundo e na vida religiosa e afirmou que a violência de gênero é uma "profanação de Deus". "As mulheres são fontes de vida, mas ainda assim são continuamente ofendidas, agredidas, violentadas, induzidas a se prostituir e a tirar a vida que carregam no ventre".

Segundo Jorge Bergoglio, o modo como a sociedade trata o corpo da mulher revela seu "nível de humanidade". "Quantas vezes o corpo da mulher é sacrificado nos altares profanos da publicidade, do lucro, da pornografia, explorado como superfície a ser usada? Ele deve ser libertado do consumismo, respeitado e honrado", acrescentou.

Além disso, o Papa pediu a inclusão das mulheres nos processos decisórios para tornar o mundo "mais unido". "Se quisermos tecer a trama de nossos dias com humanidade, devemos recomeçar a partir da mulher", disse.

Loading...
Revisa el siguiente artículo