Foco

Após tentativa de golpe em igreja, Receita Federal alerta sobre doação de mercadorias

Um homem que se passava por delegado da Alfândega da Receita Federal tentou aplicar um golpe em uma paróquia em Presidente Prudente, no interior de São Paulo. Segundo um padre da instituição, o criminoso afirmava ser de Santa Catarina e queria realizar uma «doação».

Leia mais:
Linha 4-Amarela volta atrás após apresentar seguranças trajados com touca ninja e escudo
Comitiva do PSL suspende cinco deputados do partido

O falso agente alegou que as mercadorias foram apreendidas pela RF e portanto iria entregá-las à igreja, desde que os custos de transporte e alimentação fossem pagos. Esses, por sua vez, sairiam entre R$ 5 e 6 mil.

Dentre os objetos em questão estavam geladeiras, aparelhos de ar-condicionado, instrumentos musicais, brinquedos e perfumes.

Segundo a Receita Federal, a instituição não faz qualquer tipo de doação fora de processos administrativos, assim como não autoriza outra empresa ou pessoa a atuar em seu nome.

As mercadorias apreendidas podem ser doadas pelo Fisco apenas em requerimentos de processos administrativos efetuado por outros órgãos públicos ou organizações da sociedade civil.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos