Foco

56,8% dos universitários ingressantes em 2010 desistiu do curso, diz Censo

Dados do Censo da Educação Superior apontam que, dos universitários que entraram em 2010, 56,8% desistiram do curso e apenas 37,9% concluíram os estudos.

LEIA MAIS:
Ensino a distância oferece mais vagas de graduação do que presencial
Estado de SP tem 16 acidentes de trânsito com feridos por hora

Outros 5,3% continuavam na graduação seis anos depois do início do curso. «Qualquer atividade econômica – e o ensino é uma atividade econômica – tem que ter critérios de eficiência. E o Brasil é muito ineficiente. Mais da metade dos ingressantes desiste ao longo do curso, sendo também que há um elevado grau de pessoas que ficam muito mais tempo necessário para concluir o curso», disse o ministro.

E acrescentou: «Se a gente reduzisse significativamente essa ineficiência, a gente conseguiria dobrar o número de pessoas com ensino superior completo no Brasil, utilizando os mesmos recursos atualmente disponíveis».

Segundo o MEC, o Brasil tem 8,4 milhões de estudantes de graduação matriculados em instituições de ensino superior, 20% deles em universidades públicas.

«Um total de 3,4 milhões de estudantes ingressou em cursos de graduação em 2018. No mesmo ano, 1,2 milhão de estudantes concluíram a educação superior. As informações do censo foram coletadas em 2.537 instituições, 2.238 delas privadas. Neste grupo, estão matriculados 75% dos estudantes, cerca de 6,3 milhões de alunos», informou o ministério.

LEIA TAMBÉM:
TSE: Acusação de ‘conluio’ entre Folha e Haddad, feita por Bolsonaro, não procede
Mais dois suspeitos de ataque hacker contra Moro e Dallagnol são presos

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos