Foco

Após incêndio, reintegração de posse na Radial Leste vira serviço de limpeza

A reintegração de posse – marcada para este domingo (24) – na área onde fica a favela do Cimento, próximo ao viaduto Bresser, na zona leste de São Paulo, será praticamente um serviço de limpeza.

Isso porque a maior parte dos barracos, que ficam na calçada da pista local da Radial Leste e ao lado da rua Pires do Rio, foi destruída por um incêndio que teve inicio por volta das 19h30 de sábado (23).

Foi necessário um contingente de 20 viaturas e cerca de 70 bombeiros no combate às chamas – trabalho que durou quase três horas. Com muitos dos chamados «gatos» (ligações de energia clandestinas) o fogo causou explosões nas fiações irregulares existentes no local, assuntando quem passava de carro naquele momento.

Antes do início do incêndio, segundo a prefeitura, a maioria das 215 pessoas já havia deixado a comunidade, que é chamada de Cimento por causa de uma fábrica desativa ao lado da favela. Moradores, revoltados com a reintegração do local, chegaram a bloquear, com barricadas, a Radial Leste no sentido centro. Minutos depois o fogo nos barracos teve início.

Veja também:
PPS aprova mudança de nome e vai se chamar Cidadania
No Chile, Bolsonaro critica lei trabalhista e diz que Brasil deve beirar a informalidade

Há suspeita de que as chamas tenham sido provocada por moradores que já haviam deixado suas moradias. Segundo os bombeiros não houve registro de feridos.

A situação de risco tanto para motoristas como para os próprios moradores era grande na comunidade, principalmente por causa da presença de traficantes e das instalações elétricas clandestinas.

O secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, José de Castro, acompanha a retirada das famílias. Ele disse que durante o processo de visita dos assistentes sociais aos moradores, houve muita resistência por parte de algumas pessoas da comunidade.

A pista local da Radial Leste no trecho da comunidade e o acesso ao viaduto Bresser junto à favela seguem bloqueados. Durante este domingo, o policiamento militar vai permanecer no local até que todas as famílias sejam retiradas.

As pessoas estão sendo encaminhadas para abrigos de acordo com o perfil: albergues para homens solteiros, mulheres solteiras, para famílias e que aceitam animais.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos