logo

Professores da rede pública municipal de São Bernardo vão requisitar aos pais as cadernetas de vacinação das crianças para verificar quem ainda não recebeu as doses necessárias.

A medida foi anunciada ontem pela prefeitura como forma de aumentar a adesão à imunização contra poliomielite e sarampo, ainda abaixo da meta de 95% na cidade. As vacinas são obrigatórias para crianças entre 1 e 5 anos incompletos. A rede municipal de São Bernardo tem 85 mil estudantes.

“Nesta semana, as cadernetas foram solicitadas, já entre os dias 24 e 28 deste mês elas serão avaliadas pelos profissionais. Os pais de crianças que apresentarem atraso nas doses irão receber bilhetes orientando a procurar um posto de imunização”, disse o secretário municipal de Saúde, Geraldo Reple.

O Metro World News mostrou na edição de ontem que o Estado recomendou às cidades do ABC que prorrogassem até dia 29 a campanha de vacinação por não terem alcançado a meta.

Mas apenas Santo André havia confirmado a continuação das ações. Além de São Bernardo, São Caetano também anunciou a prorrogação ontem.