logo

O último boletim médico divulgado nesta segunda-feira pelo Hospital Albert Einstein diz que Jair Bolsonaro permanece estável, sem sinais de infecção ou disfunções orgânicas.

Segundo o boletim, ele permanece em jejum oral e se alimenta por sonda.

Bolsonaro foi esfaqueado no dia 6 de setembro, quando fazia campanha para eleição presidencial em Juiz de Fora, em Minas Gerais.

O autor do atentado foi preso em flagrante e confessou autoria do crime.