Foco

Guarda revolucionária do Irã promete aumentar poder nuclear após ameaça dos EUA

A Guarda Revolucionária do Irã prometeu acelerar o programa de mísseis do país após «insultos contra a nação iraniana» feitos pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, segundo a agência de notícias local Tasnim. Em comunicado divulgado nesta quinta-feira, a corporação garante que irá expandir sua influência no Oriente Médio e qualifica o líder americano como «estúpido».

A guarda islâmica declarou ainda que os planos de Trump de impor sanções à corporação eram indicativos da «raiva do papel efetivo que o exército desempenha na região». De acordo com a corporação, a postura de Washington revelou ainda que «os EUA e Israel falharam em seus planos do mal para redefinir as fronteiras regionais e prejudicar as nações muçulmanas».

Na última semana, Trump retirou o aval dos EUA ao acordo firmado entre potências nucleares e o Irã em 2015. O presidente americano ameaçou abandonar o pacto caso Teerã não seja impedido de desenvolver mísseis balísticos intercontinentais. Em seu discurso, o republicano se referiu ao governo do país persa como uma «ditadura», um «regime fanático» que provoca «morte, destruição e caos» ao redor do mundo.

Em resposta, nesta quarta-feira, o líder supremo iraniano, o aiatolá Ali Khamenei, disse que se os EUA romperem o acordo, «o Irã vai destruí-lo».

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos