Foco

Educação básica é a fase mais importante para o aluno alcançar o diploma superior

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e os vestibulares estão  cada vez mais concorridos, e, agora na reta final do ano, os alunos correm contra o tempo para conseguir chegar ao ensino superior. Mas muitos não percebem que uma educação básica frágil é muitas vezes a principal causa de resultados ruins. Especialistas e educadores chamam atenção dos pais e explicam a influência da educação básica no desempenho em provas difíceis e na formação do cidadão.

Estudar em uma boa escola desde pequeno fornece os meios para que os alunos progridam em estudos posteriores, sejam eles no ensino superior ou em outras modalidades educativas. Se em algum dos níveis da educação básica ocorrer alguma falha, o aluno pode ter muitas dificuldades depois.

Segundo a educadora Ana Cláudia Fidelis, somente com três anos de um ensino médio ou com um ou dois anos de cursinho preparatório sólidos é muito difícil que o aluno possa vencer todas as etapas que deveria ter tido desde mais cedo. “É possível, sim, mas demandará muito mais desse indivíduo”, explica Ana Cláudia.

Cada etapa da educação básica tem um objetivo para ajudar na formação de uma pessoa. Segundo a educadora Fernanda Carone, na educação infantil o cuidar, o brincar e o educar são fundamentais para o bom desenvolvimento da criança e sua inserção para o ensino fundamental, onde o aluno busca o pensar, o sentir e o aprender fazendo. Já o ensino médio tem como objetivo o resgate de aprendizados, experiências e conceitos, visando à unificação de todos esses estágios de aprendizagem anteriores. “O que não pode faltar em todos os segmentos da educação é um tratamento individualizado e uma dinâmica que gere o interesse em estudar”, afirma Fernanda.

É um grande desafio despertar o interesse das crianças e adolescentes pela escola, por isso a formação e o estímulo que a unidade oferece são fundamentais. De acordo com Fernanda, ter professores capacitados e focados nesse propósito faz toda diferença na preparação dos alunos. Além disso, as escolas e os educadores devem se adaptar às metodologias modernas. “Os métodos de ensino ultrapassados e desconectados com a realidade só aumentam o desinteresse e fazem com que a escola deixe de ser um ambiente favorável aos estudos e à transmissão de conhecimento.”  

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos