Foco

Mafioso italiano é preso no Uruguai, onde estava desde 1994

Rocco Morabito, 50 anos, um dos mafiosos mais procurados pela Itália, foi preso em Montevidéu, no Uruguai, onde vivia desde 1994. Ele era considerado o principal fugitivo entre os membros da ‘Ndrangheta, organização mais poderosa do crime organizado italiano. O grupo é um dos grandes importadores da cocaína produzida na América do Sul.

Morabito usava um documento de identidade falso uruguaio e um passaporte brasileiro em nome de Francisco Capeletto. “Após seis meses de intensa atividade de informação e inteligência, foi comprovado que Morabito tinha obtido documentos uruguaios, apresentando uma identificação brasileira com o nome de Francisco Antônio Capeletto Souza, nascido em 14 de janeiro de 1967, no Rio de Janeiro”, informaram as autoridades italianas.

O mafioso, que tinha um mandado de captura da Interpol e já havia sido condenado a 30 anos de prisão, foi detido em um hotel de Montevidéu, sob acusação de chefiar o tráfico de drogas entre Itália e América do Sul nos anos 1988 a 1994.

Além disso, o governo uruguaio citou dois episódios envolvendo Morabito: a tentativa frustrada de levar 32 quilos de cocaína, em 1993, para a Itália; e o carregamento de 592 quilos de cocaína que saiu do Brasil e foi apreendido em 1992 pelas autoridades italianas. A Itália informou que, nos próximos dias, solicitará ao Uruguai a extradição do chefão mafioso. METRO

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos