Foco

Curitiba terá primeiro colégio militar privado em 2018

A capital paranaense vai ganha no ano que vem um novo colégio militar. Ao contrário dos dois atuais – o Colégio Militar de Curitiba (das Forças Armadas) e o Colégio da Polícia Militar do Paraná – o Colégio da Vila Militar não será público, mas particular, o primeiro do Estado.

Em planejamento desde o início do ano, a unidade é de responsabilidade  da AVM (Associação Vila Militar), associação sem fins lucrativos de policiais e bombeiros militares do Paraná, que tem 22 mil associados diretos e familiares.

Segundo o presidente da comissão de estudos para a implantação do CVM (Colégio da Vila Militar), Coronel Douglas Sabatini Dabul, a ideia  do colégio surgiu da demanda por vagas de educação com princípios militares e ganhou força após aprovação maciça do projeto (superior a 90%) em uma pesquisa feita com associados.

Além de filhos e dependente de associados, o colégio vai aceitar civis de ambos os sexos.

A sede do Colégio da Vila Militar será na Rua Almirante Gonçalves, no Rebouças, onde há pouco mais de dez anos funcionava o CPM (Colégio da Polícia Militar) e hoje é o CEEBJA (Centro Estadual de Educação Básica para Jovens e Adulto) Paulo Freire.

“A local é da AVM e está alugado para o governo até este 2º semestre. Informamos que tínhamos interesse em utilizá-lo e já estamos trabalhando na modernização das instalações”, explicou Dabul.

A reforma acontece em praticamente todos os espaços, desde as salas de aula até as quadras esportivos, auditório e biblioteca, e deve ficar pronta até dezembro.

De acordo com Dabul, o modelo educacional será parecido com o do CPM – onde ele foi diretor de ensino – tanto nos aspectos de disciplina e conduta, quanto na administração, feita por militares da reserva.

“A missão é contribuir na formação de ótimos seres humanos. O exercício da liderança, chefia será um aspecto bem trabalhado, junto da responsabilidade e iniciativa”, explicou.

O uso da internet é outro a ser explorado. “Vamos estimular o uso da tecnologia com os alunos, mas o fundamental é transformar a informação em conhecimento”, ressaltou.

Vagas

A AVM vai ofertar três turnos do Ensino Fundamental II (a partir do 6º ano) e Ensino Médio para ambos os sexos.

As pré-inscrições estão abertas há cerca de um mês e até a última sexta-feira já eram 645 formulários preenchidos, o equivalente a 22 turmas. Devido a alta procura já para o ano letivo de 2018, o ingresso no colégio será por meio de processo seletivo.

As matrículas devem ser liberadas a partir de setembro já com os valores da mensalidade. Segundo o Coronel Dabul, o CVM vai dar prioridade para filhos e dependentes de associados, com uma proporcionalidade por volta de 2/3 para militares e 1/3 para filhos de civis.

As inscrições podem ser feitas no site www.colegiovilamilitar.com.br.

Professores

A composição do corpo docente do CVM será semelhante a dos estudantes. A prioridade será dada para  oficiais e praças da reserva da PM e dos Bombeiros.  Na semana passada, a AVM convidou professores do CPM para compor o quadro de docentes.

Tanto professores civis quanto militares da reserva serão submetidos a um processo seletivo. Os interessado podem enviar currículo para o e-mail curriculos@colegiovilamilitar.com.br.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos