Foco

Funcionários do Samaritano e Maternidade, em Campinas, entram em greve

Cerca de 50 funcionários da Maternidade de Campinas se reuniram na manhã desta terça-feira em frente a unidade em protesto contra a proposta de reajuste salarial de 3,35%. Os trabalhadores reivindicam aumento de 15%.

Dentre os setores que participaram do ato, estão administração, limpeza, cozinha, enfermagem, entre outros que somam no total 1.100 trabalhadores.

No Hospital Samaritano também houve protesto. Segundo informações do sindicato da categoria, a área de enfermagem foi a que mais aderiu à paralisação. Ainda segundo o sindicado, 60% dos 650 profissionais aderiram ao ato.

A Maternidade informou que os serviços não foram prejudicados. No Samaritano, segundo o sindicato, os procedimentos de urgência e emergência foram realizados.  

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos