Foco

Albergues do ABC têm vaga para só 27% dos moradores de rua

Uma das populações mais desprotegidas durante o inverno, os moradores de rua têm poucas opções para fugir do frio no ABC durante as noites.

De acordo com informações das prefeituras, existem 250 vagas disponíveis em albergues neste ano para um total estimado em 918 sem-teto. Se todos eles procurassem por abrigo, apenas 27% conseguiria.

Em São Caetano, onde a administração tem cadastro de 75 moradores de rua, não existem albergues. A prefeitura diz que o território é pequeno, o que permite que as equipes de acolhimento na rua atendam a todos eles.

São Bernardo é a cidade com a maior rede disponível. São 150 vagas, ampliada para 170 agora no inverno. Mesmo assim, elas conseguem atender a apenas 34% dos 496 sem-teto mapeados nas ruas.

Santo André tem capacidade para atender 80. A prefeitura diz que negocia a abertura de mais 30 vagas. A última pesquisa realizada pela administração indica a existência de 347 pessoas vivendo nas ruas.

Nos albergues, o morador de rua pode dormir, guardar suas coisas e ter acesso a banho e comida.

Faça sua parte

Para quem quiser ajudar a população mais vulnerável neste inverno, diversas instituições realizam campanhas para arrecadar agasalhos. Nos sites das prefeituras é possível encontrar endereços dos pontos de entrega. A rede de ensino Singular arrecada agasalhos também para animais abandonados. Saiba como ajudar no portal www.singular.com.br.  

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos