Brasil

Quatro meses após morte de Teori, FAB não concluiu investigação do caso

Quatro meses após a queda do avião que matou o ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, a Força Aérea Brasileira ainda não concluiu a investigação do caso.

A tragédia aconteceu em 19 de janeiro deste ano, em Paraty, no litoral do Rio de Janeiro.

Em fevereiro, uma análise preliminar do áudio da cabine do bimotor não apontou qualquer anormalidade nos mecanismos da aeronave, segundo exame inicial do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Procurada pela BandNews FM, a FAB informou que as investigações estão em andamento e que a Comissão de Investigação ainda aguarda os laudos produzidos pela Polícia Federal, pela empresa fabricante da aeronave (Textron Aviation) e pelo fabricante dos motores (Pratt & Whitney).

A Força Aérea ressaltou que a conclusão de qualquer investigação depende da complexidade do acidente.

Teori era relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal, posto agora ocupado pelo ministro Edson Fachin.

Também morreram no acidente o proprietário do avião e dono do Grupo Emiliano Carlos Alberto Filgueiras, a massoterapeuta Maria Ilda e a mãe dela.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos