Foco

Explosão em show no estádio do Manchester deixa pelo menos 22 mortos e 59 feridos

Uma forte explosão ontem à noite em Manchester (Inglaterra) deixou ao menos 22 mortos e 59 feridos. A explosão ocorreu às 22h35 (18h35 em Brasília) do lado de fora da Arena Manchester, onde a cantora pop juvenil norte-americana Ariana Grande, 23 anos, havia acabado de apresentar sua última música a um público formado majoritariamente por adolescentes, muitos acompanhados por seus pais. Pessoas que estavam saindo da arena se assustaram e voltaram, causando tumulto. A cantora não se feriu. A polícia informou estar conduzindo as investigações do incidente como uma ação terrorista.

Relatos de quem estava na arena dão conta de que o barulho foi muito forte. Catherine Macfarlane, que estava dentro da arena, disse à agência Reuters que as pessoas tentavam sair do local gritando: “Estávamos saindo e, quando estávamos bem na porta, houve uma grande explosão e todos começaram a gritar”, afirmou. “Foi uma explosão enorme – você podia sentir no peito”.

Até a conclusão desta edição, dúvidas não haviam ainda sido esclarecidas pela polícia de Manchester. Como, por exemplo, o que causou a explosão e quem foi responsável por ela. Nenhum grupo terrorista havia reivindicado a autoria da ação.

Também não era possível saber se as pessoas que morreram foram vítimas da explosão em si ou do tumulto gerado  por ela. A polícia de Manchester busca pistas e respostas.  

 

Um vídeo nas redes sociais mostra a correria após as explosões:

 

 

 

 

Veja fotos postadas nas redes sociais por pessoas que assistiam ao show:

 

 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos