Foco

Doria e Bruno Covas avaliam aprovação da gestão em 44% pelo Datafolha

O prefeito de São Paulo em exercício diz que a aprovação apontada pelo Datafolha é resultado do esforço para buscar soluções com muito trabalho.

Segundo o instituto, 44% consideram a administração Doria boa ou ótima, 33% regular e 13% ruim ou péssima.

Para Bruno Covas, o apoio vem, principalmente, dos resultados alcançados graças a uma extensa agenda todos os dias.  Entre os que ganham até 2 mínimos, a aprovação é de 35% – mesmo índice dos que acham que o tucano prioriza áreas ricas.

Hoje, em Pedreira, na zona sul, durante a manutenção de calçadas, Bruno Covas disse que todas as regiões recebem ações.

Além do «Cidade Linda», os paulistanos também aprovam o aumento de velocidade nas marginais e o «Corujão da Saúde».

Quanto à pichação, 97% dos entrevistados dizem condenar a prática; já 85% são favoráveis a grafites em muros e fachadas.

Para 61%, Doria agiu mal ao apagar as obras na Avenida 23 de Maio e 31% disseram que ele fez bem. O prefeito anunciou que pretende definir locais próprios que serão usados por grafiteiros e muralistas.

E, para combater a pichação, foi apresentado um projeto que prevê multa de R$ 5 mil a R$ 50 mil para quem for flagrado.

Se o local vandalizado for um bem protegido por lei, o infrator também terá que pagar a restauração, determina a proposta, já aprovada em 1º turno na Câmara.

Outra medida em estudo é a restrição da venda de tinta spray – para comprar, o consumidor teria que apresentar a identidade e assinar um documento.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos