Brasil

Dilma vai se mudar para o Rio após impeachment, diz jornal

Após o impeachment, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) vai morar na cidade do Rio de Janeiro, onde a mãe dela, Dilma Jane, tem um apartamento. Segundo a reportagem do jornal Folha de São Paulo, a petista pretende ter uma atuação política mais agressiva e precisa concentrar atividades numa região mais central do país.

Ainda de acordo com o jornal, a forte presença de correspondentes estrangeiros na cidade pesou na escolha. Dilma vai insistir no argumento de que foi vítima de golpe, e esse discurso teria mais receptividade no exterior.

Com a perda do cargo, a petista não terá direito a salário, residência oficial e avião presidencial, mas ainda continua com os benefícios dados a ex-presidentes, como dois veículos, segurança e seis servidores.

Dilma pode retornar ao PDT

Leia também:
Quase 12 mil aderem a programa de demissão voluntária da Petrobras
Temer considera ‘pequeno embaraço’ decisão de manter direitos políticos de Dilma

O PT deixou claro a Dilma Rousseff que fora da presidência da República ela virou peça descartável para o partido, segundo o colunista do Metro Jornal Cláudio Humberto.

Após o Senado destituí-la do cargo em definitivo, Dilma leu um vigoroso discurso de protesto contra o impeachment. Auxiliares próximos dizem que a petista não sabe ainda o que vai fazer da vida, mas o “gelo” que já percebe no PT pode levá-la de volta ao PDT, o primeiro partido a que se filiou.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos