Brasil

Vereador da Câmara Municipal de SP pode ter funcionário fantasma

Um funcionário da Câmara Municipal de São Paulo contratado para trabalhar no gabinete do vereador Conte Lopes (PP-SP) dá aulas particulares de futebol em pleno horário de expediente.

Alexandre Bersaneti recebe salário de R$ 6,6 mil por mês, por 8 horas de trabalho por dia, só que raramente é visto no prédio.

Durante um mês, a reportagem da Rádio Bandeirantes tentou encontrá-lo no local onde deveria estar trabalhando e a resposta foi sempre a mesma: ele não está.

Além disso, no mês passado, apesar de ter ficado afastado por 15 dias por causa de uma cirurgia, Alexandre Bersaneti recebeu o salário normalmente porque o RH da Câmara não foi avisado.

O Portal da Band falou com Alexandre Bersaneti, que disse não ter um horário de trabalho definido, mas garantiu que cumpre as oito horas contratuais. «Se eu entro às 8h, às 9h ou 10h, não importa, eu faço as oito horas de trabalho», explicou.

Bersaneti falou que assina a folha de ponto de entrada e de saída de seu expediente, porém, o ponto não mostra os horários que os funcionários cumpriram.

O assistente legislativo também declarou que algumas vezes não está no gabinete, mas está em trabalhos externos. «Não estou lá [no gabinete] porque estou em algum evento com o vereador, estou em visitas ou atendendo à emendas [parlamentares]», disse.

Sobre a licença médica, o funcionário esclareceu que no dia 13 de maio foi internado para realizar uma cirurgia de urgência. «Na semana passada, recebi minha documentação – feita após minha alta e com o laudo médico – e deixei no RH ontem (segunda-feira, 6). Não entreguei antes porque não tinha a documentação necessária.»

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos