Foco

Estado Islâmico mata quem tenta fugir de Falluja

O Exército do Iraque e o Conselho de Refugiados Norueguês afirmaram nesta segunda-feira que o Estado Islâmico está matando pessoas que tentam fujir de Falluja, cidade a 50 km de Bagdá, no Iraque.

A região é dominada desde 2014 pelo grupo jihadista. No final de maio, forças do governo iniciaram operação para retomar a cidade. A ONU (Organização das Nações Unidas) já havia alertado as autoridades sobre o possível uso da população civil que continua no local como escudo humano. Estima-se que 50 mil pessoas estejam presas em Falluja.

De acordo com as denúncias feitas ontem, um homem-bomba se explodiu em meio a uma multidão de civis em fuga da cidade, matando duas pessoas e deixando outras três feridas. Civis também foram mortos enquanto tentavam cruzar o rio Eufrates.

As pessoas que conseguem escapar estão sendo abrigadas em campos ao redor da cidade.

Síria

O número de mortos em bombardeiros no domingo em Allepo, segunda maior cidade da Síria, subiu para 59. As informações são do Observatório Sírio de Direitos Humanos. Ao menos 15 das vítimas eram da população civil.

Os bombardeios foram lançados por caças e helicópteros sírios contra bairros dominados por rebeldes.  

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos