Brasil

Câmara aprova aumento salarial bilionário para servidores públicos

A toque de caixa, a Câmara aprovou na quarta-feira o reajuste salarial para pelo menos 13 carreiras de servidores do Judiciário e do Executivo. As propostas ainda precisam passar Captura de Tela 2016-06-02 às 07.45.54pelo plenário do Senado.

Entre as propostas está o aumento para os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) de 16,38% – o teto do serviço público passará dos atuais R$ 33.763 para R$ 39.293,38. Foi aprovado também a proposta de reajuste de entre 16,5% e 41,47% dos salários de servidores do Judiciário – proposta alternativa à vetada pela presidente afastada, Dilma Rousseff.

A retirada dos projetos da gaveta foi articulada pelo presidente interino, Michel Temer, disposto a criar uma agenda positiva, uma vez que as despesas já estavam previstas no orçamento deste ano.

O líder do governo, André Moura (PSC-SE), articulou uma acordo com a oposição para votar em seguida a proposta da DRU (Desvinculação das Receitas da União), que libera 30% das receitas do orçamento para realocação livre pelo governo, até 2023.

Veja também:
Câmara aprova PEC que deixa governo usar 30% da arrecadação como quiser

Paternidade

Apesar do acordo, deputados trocaram farpas no plenário sobre a paternidade das propostas. A oposição afirma que o governo Temer tenta faturar em cima de acordos salariais fechados no governo Dilma no ano passado.

“Aprovamos acordos travados pela luta política”, afirmou a líder do PCdoB, Jandira Feghali (RJ).

“Os funcionários públicos estavam sendo enrolados e, agora, terão os aumentos aprovados”, provocou o líder do PMDB, Baleia Rossi (SP). 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos