Foco

‘Arma urbana’: painel suga e mata mosquitos que transmitem dengue e zika

Dengue, zika e chikungunya. Essas doenças vêm mobilizando os brasileiros em ações para evitar a reprodução do mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus que causam essas enfermidades. Por isso, novas alternativas para combater o inseto são sempre bem-vindas, mesmo que sejam curiosas. O grupo farmacêutico NBS e a empresa Posterscope  desenvolveram o Painel Mata-Mosquito.

O projeto se trata de um MUB (Mobiliário Urbano) que atrai, suga e mata os mosquitos Aedes aegypti. O painel, semelhante aos que são normalmente vistos nas ruas usados pela publicidade, joga no ar uma solução com base de ácido lático, que faz o inseto achar que é odor humano, e também CO2, para imitar a respiração de uma pessoa. Com isso, o portador do vírus da dengue pode ser atraído desde uma distância de até 4 km.

“Nós analisamos o comportamento do Aedes aegypti, por um bom tempo, até conseguirmos chegar à solução que, de fato, seria capaz de atrair o mosquito em direção ao painel, para depois ele ficar preso”, explica Otto Frossard, da Posterscope.

Uma vez que se aproxima, o mosquito é sugado por um mecanismo de captura, na base do painel, e fica preso no seu interior, morrendo desidratado. Até agora, foram instalados apenas dois painéis desse estilo, um na Tijuca e outro no Centro, em frente à Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro).

Mas a ideia é conseguir expandir o máximo a produção desses exemplares, tanto que toda a tecnologia está disponível no site do projeto (www.painelmatamosquito.com.br) em modo de “creative commons”.  Ou seja, livre para ser copiado, já que eles abriram mão dos direitos autorais. 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos