Foco

Estudantes seguem ocupando prédio contra ‘máfia da merenda’ em SP

Cerca de 30 alunos permanecem na ocupação da sede do Centro Paula Souza, no centro de São Paulo, na manhã deste sábado.

O ato completa dois dias e, segundo o grupo, a liberação vai ocorrer apenas quando todas as Etecs (Escolas Técnicas Estaduais) disponibilizarem alimentação aos alunos – 11 unidades ainda não distribuem merenda aos estudantes.

O Centro Paula Souza é alvo do protesto porque administra 219 Escolas Técnicas Estaduais e 66 Fatecs (Faculdades de Tecnologia). No total, são mais de 283 mil alunos, distribuídos em cerca de 300 municípios.

Além de exigir alimentação, os estudantes protestam contra a máfia da merenda escolar e cortes nos repasses para a educação.

Para ajudar a manter a ocupação, pais de alunos têm contribuído com roupas de inverno e mantimentos.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos