Foco

Prefeitura vai gastar R$ 14,5 milhões com viaduto Santo Amaro

A prefeitura definiu a estratégia de recuperação do viaduto Santo Amaro, danificado no dia 13 de fevereiro após colisão entre dois caminhões. A estimativa é que as obras custem
R$ 14,5 milhões – cerca de um terço do custo que teria caso a opção fosse por demolir e reconstruir a ponte, segundo a Secretaria de Infraestrutura Urbana.

A reforma terá início apenas na parte completamente interditada do viaduto, onde antes do acidente transitavam os veículos no sentido centro-bairro. Durante o dia, funcionários  trabalharão apenas na parte superior da ponte, removendo a camada de asfalto das pistas e os fragmentos danificados. A obra também prevê trabalhos de reforço de concreto e instalação de novos cabos de sustentação.

Já os trabalhos embaixo do viaduto serão feitos apenas de madrugada, entre as 23h e as 5h, para evitar mais transtornos na avenida dos Bandeirantes. A prefeitura fará a recomposição da armadura e do concreto projetado.

O próximo passo será deixar o viaduto 1,1 m mais alto. Assim, ele passará a ter 5,6 m de altura. Por fim, serão recompostos o pavimento e o guarda corpo.

Feito isso, os ônibus e táxis que foram liberados de circular nos dias 25 de fevereiro e 3 de março, respectivamente, serão transferidos para o lado reparado da ponte. Assim,  o mesmo processo começará na estrutura do sentido bairro-centro da via.

Terminada a recuperação, a prefeitura fará as obras de acabamento e pintura, incluindo a sinalização horizontal e vertical. A expectativa é a de que a reforma completa do viaduto seja concluída em até
120 dias. 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos