Brasil

PF faz buscas na sede do grupo Gerdau em nova fase da Zelotes

A PF (Polícia Federal) realiza buscas em sedes do grupo siderúrgico Gerdau, nesta quinta-feira, no âmbito da Operação Zelotes. A ação investiga fraudes em julgamentos do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais).

A suspeita é de que a companhia tentou interferir em julgamentos do Carf no pagamento de multas aplicadas pela Receita e que somam R$ 1,5 bilhão. A Operação Zelotes está na sua 6ª fase.

As buscas estão sendo realizadas em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Pernambuco. São cumpridos 18 mandados de busca e apreensão e 22 de condução coercitiva (quando a pessoa é levada para prestar depoimento).

Estão sendo ouvidas duas pessoas que já estavam presas no Presídio da Papuda, no Distrito Federal.

A Polícia Federal também informou que essa nova etapa da Zelotes tem como alvo um grupo criminoso que praticava crimes como tráfico de influência, corrupção ativa e passivo, além de lavagem de dinheiro.

Segundo a PF, conselheiros e ex-conselheiros do Carf também são acusados de participar do esquema, junto com funcionários da Gerdau.

Em nota oficial, a Gerdau se posicionou sobre a operação da PF; confira:

 

«A Gerdau comunica que a Polícia Federal está, hoje pela manhã, em suas dependências em relação à Operação Zelotes. Esclarece que não tem maiores informações até o momento, mas está colaborando integralmente com as investigações da Polícia Federal. 

Ressalte-se ainda que, com base em seus preceitos éticos, a Gerdau não concedeu qualquer autorização para que seu nome fosse utilizado em pretensas negociações ilegais, repelindo veementemente qualquer atitude que tenha ocorrido com esse fim.

A Gerdau reitera, portanto, que possui rigorosos padrões éticos na condução de seus pleitos junto aos órgãos públicos e reafirma que está, como sempre esteve, à disposição das autoridades competentes para prestar os esclarecimentos que vierem a ser solicitados.»

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos