Foco

Em Goiás, prefeito institui dia de jejum para combate ao Aedes

Em meio à epidemia de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti no país, o prefeito de Goiandira (GO), Rick Marcus, adotou uma estratégia inusitada. Na última sexta-feira , ele assinou um decreto instituindo o Dia de Jejum Municipal como uma das ações de combate ao mosquito na cidade.

O documento convocava líderes religiosos da comunidade a transmitirem a seus fieis a proposta de jejuar entre as 6h e as 12h da última segunda-feira. Ainda de acordo com o texto, a medida tinha como objetivo «clamar a Deus por livramento e misericórdia» em virtude da infestação da dengue na cidade.

Por meio de nota, a prefeitura esclareceu que apenas convidou os cerca de 5 mil habitantes de Goiandira a jejuar, mas que ninguém foi obrigado a ficar sem se alimentar durante o período estabelecido no decreto.

«Em muitas situações de guerra descritas na Bíblia, as pessoas conseguiram vencer conflitos jejuando. Essa prática ajuda a pedir auxílio, buscar fortalecimento espiritual e criar uma ligação direta com Deus para refletir sobre esse problema. Nós estamos enfrentando uma batalha contra a dengue e todas as armas são válidas. Ação, oração, fé, tudo é valido», disse o prefeito em nota.

Dados da Secretaria Municipal de Saúde mostram que foram notificados cerca de 600 casos de dengue na cidade este ano. A partir deste mês, passa a valer em Goiandira a Lei Municipal nº 1.321/2016, que prevê multa para moradores que deixarem lotes abandonados e com focos do Aedes aegypti.

Na quarta-feira, agentes de saúde realizaram um mutirão de limpeza em terrenos baldios, ruas e casas do município, procurando acabar com possíveis criadouros do mosquito.

«A prefeitura de Goiandira reitera seu compromisso de continuar trabalhando na conscientização e na prevenção contra os focos do mosquito Aedes, trabalho este realizado durante todo o ano com a visita dos agentes comunitários de saúde e agentes de endemias», destacou a nota.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos