Foco

Integrante cai de carro alegórico da X-9 antes da escola entrar no sambódromo

Sétima e última escola a desfilar no segundo dia de Carnaval de São Paulo, a X-9 Paulistana deveria fechar o evento com chave de ouro, mas, desde o início, apresentou problemas e teve sua apresentação marcada por um acidente.

A estrutura de um carro alegórico da X-9 Paulistana envergou e derrubou Renato Henrique Teixeira de uma altura aproximada de 13 m, antes mesmo de a Escola entrar na avenida. O rapaz, que faz parte de um grupo circense, foi atendido no pronto-socorro do próprio Anhembi, mas estava consciente e não teve fraturas aparentes. Com dores no quadril, foi levado para um hospital da capital paulista.

[metrogallerymaker id=»915″]

O incidente causou pânico; outros destaques choraram e desistiram de desfilar. Os que continuaram atravessaram a Avenida sentados, já que não podiam sambar por risco de ocorrer um novo acidente. Um homem do Corpo de Bombeiros foi junto no carro, atento à qualquer problema.

Esse contratempo deve render uma punição à X-9 Paulistana. Segundo o comentarista de Carnaval das rádios do Grupo Bandeirantes, Bruno Filippo, as falhas devem custar o rebaixamento da Escola.

Antes disso, a comissão de frente da escola já havia apresentado erros. Uma oca cenográfica ficou descontrolada e emperrou nas grades do Anhembi. Membros da escola se mobilizaram para resolver a situação, que deve prejudicar a nota da escola, já que outras agremiações não tiveram tantos problemas em seus desfiles.

A X-9 Paulistana homenageou os 400 anos de Belém do Pará no enredo Açaí guardiã! Do amor de Iaçã ao esplendor de Belém do Pará com Gracyanne Barbosa como sua Rainha de Bateria, e encerrou o Carnaval 2016 de São Paulo.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos